Plantas medicinais refrescantes

Servem para estados febris, colites, intestinal, refresco

Carambola (Averrhoa carambola): Ao mesmo tempo que é digestiva, é uma das frutas mais ricas em fósforo, que fornece energia para os músculos e nervos. Produz frutos grandes, ricos em fibras, vitaminas (A, B e C) e sais minerais (principalmente cálcio, fósforo e ferro), assim como sais enzimáticos digestivos, adstringentes e solventes, responsáveis por suas propriedades de tirar manchas caseiras da roupa. A caramboleira é uma árvore indiana que chega a 9 m; tem caule retorcido, tortuoso e às vezes oco. Adaptou-se bem ao Brasil. Dietas com reforço de fósforo (presente também na maçã e banana, alface, vagem, cenoura, batata, leite, arroz, pão, chocolate, lentilha, aveia, ervilha e também no queijo) são uteis para quem utiliza antiácidos no tratamento contra úlcera, gastrite ou má digestão.

Receita à base de carambola:

Refrescante intestinal: em um copo, coloque o suco de 3 frutos e o suco de metade de uma laranja. Adicione água mineral. Misture e adoce, a gosto. Tome 1 copo, 2 vezes ao dia.

Menta: diversas plantas da família das labiadas e nativas da Europa recebem o nome de menta. As mais conhecidas no Brasil são a mentha arwensis, também chamada de hortelã-pimenta, e a menta-piperita. Todas são parentes do hortelã, que também pertence ao gênero mentha. A diferença está no cheiro mais adocicado do hortelã. Tanto as mentas como a hortelã e suas variedades possuem ingredientes medicinais parecidos, que agem como estimulantes, digestivos, calmantes, além de combaterem vermes intestinais e aliviarem coceiras da pele. A menta combate gases e fermentações intestinais.

Receita à base de menta:

Refrescante, digestivo, estimulante das funções cardíacas: coloque 2 colheres (sopa) de folhas e flores e 1 pedaço pequeno de pau de canela em 1 copo de álcool de cereais a 50% . Deixe em maceração por 8 dias. Coe e acrescente 1 xícara (chá) de água fria e 4 colheres (sopa) de açúcar cristal. Deixe em repouso durante 30 dias, agitando o líquido de vez em quando. Tome 1 cálice, duas vezes ao dia, antes das principais refeições.
-Uva: é o fruto da vitis vinifera, um arbusto trepador nativo da Ásia e endeusado pelos antigos gregos e romanos por ser a fonte de onde se obtém o vinho. É muito citado na bíblia. As uvas são frutos medicinais por ter grande quantidade de princípios ativos, vitaminas e sais minerais, tais como ácidos orgânicos, flavonoides, pigmentos, todas as vitaminas solúveis em gordura (as chamadas lipossolúveis, A, D, E e K) e todas as vitaminas do complexo B, incluindo a B12, rara no reino vegetal.

Esses frutos também são ricos em sais minerais como potássio, fósforo, enxofre, magnésio, cálcio, ferro, sódio, silício, cloro e proteínas. Seu consumo frequênte tonifica o fígado, os rins, a bexiga, os intestinos e os pulmões, o que torna a uva uma das frutas de mais ampla ação medicinal.

As uvas (e o vinho) contêm uma substância chamada resveratrol, que aumenta em 7 vezes a atividade das enzimas que estimulam as células nervosas. Por isso o consumo moderado de vinho pode ajudar a prevenir doenças neurológicas como a doença de Alzheimer e o mal de Parkinson.

Receita à base de uva:

Laxante suava, refrescante intestinal:coloque 1 colher (sopa) de frutos secos (passas sem sementes) em ½ copo de água e amasse com o garfo. Deixe em repouso por uma noite. Tome o líquido de manhã, em jejum e coma os frutos, mastigando bem.

Importante: Não faça uso desta plantas medicinais sem antes consultar o médico.

Ótima saúde e uma maravilhosa semana para todos!

Bióloga e especialista em plantas medicinais Email:
katiafitoterapia@uol.com.br