Contínuo progresso

Deus, inteligência suprema, causa primeira de todas as coisas, criou todos os espíritos, seres inteligentes da Criação, simples e ignorantes para se instruírem nas lutas e tribulações da vida corpóreas.

É de se afirmar, pois, que todos os seres da Criação estão em constante evolução. Essa é uma ordem cósmica que a todos, indistintamente, é aplicada no processo da busca da perfeição, inclusive porque tudo nos cosmos é movimento.

No mundo em que vivemos, a evolução deve acontecer paralelamente na matéria e no espírito. Contudo, de nada valem os avanços científicos e tecnológicos se o homem, concomitantemente, não evoluir ética e moralmente, portanto, espiritualmente.

Aliás, é de se lembrar que o homem, enquanto encarnado, é matéria e energia, ou seja, corpo e espírito, formando uma envoltura que, neste plano, é a expressão exata da soma das qualidades anteriormente desenvolvidas. É essa somatória que propicia a evolução do ser.

Daí a importância e mesmo necessidade da busca incessante de novas informações e aprendizado quando o homem passa a ter percepção da sua essência interior e de sua própria verdade, dando os primeiros passos em direção ao seu autoaperfeiçoamento. Assim, a cada conquista, ainda que lentamente, o conteúdo espiritual e físico é construído.

Para que isso aconteça, não raras vezes, é preciso que as lições sejam reiteradas para que se tornem partes de nós. Ao automatizar uma determinada situação a mente libera-se para uma nova conquista.

Não é demais lembrar que dos eventuais fracassos todos terão oportunidade de se redimirem. Aqui nos deparamos com a reencarnação, enquanto efetiva possibilidade de instrução e busca de novos meios de progresso, pela qual, ademais, Deus exerce seu amor, bondade e justiça.

Kardec consignou que “a soma da felicidade futura é proporcional à soma do bem que tenha feito; a da infelicidade está na razão do mal que haja praticado e das pessoas a quem tenha infelicitado” (In Livro dos Espíritos, pg. 988, FEB, 2007).

Assim, a moral trazida por Jesus, que não veio mudar a Lei, é para renovar o mundo aproximando os homens como verdadeiros irmãos, de modo que todos progridam a ponto de amarem ao próximo como a si mesmo e a Deus sobre todas as coisas.

Gov. do Distrito 4430 de Rotary International,
ano rotário 2006/2007